5 técnicas e 8 cuidados de micropigmentação que toda profissional deve conhecer

dicas e cuidados
Share on facebook
Share on email
Share on whatsapp

É cada vez mais comum as pessoas, principalmente as mulheres, buscarem serviços de micropigmentação para corrigir falhas nas sobrancelhas. Com técnicas de micropigmentação cada vez mais avançadas, o resultado final consegue manter a simetria dos fios, reduzir falhas e deixar as sobrancelhas com um aspecto natural.

Existem hoje no mercado diferentes técnicas de micropigmentação. Todas priorizam a durabilidade e a naturalidade. O tempo de duração de cada técnica varia de pessoa para pessoa e o tipo de pele, mas em média, o resultado dura de 9 a 18 meses.

Confira neste artigo, 5 técnicas de micropigmentação que toda profissional deve conhecer para atuar com sucesso nesse mercado. Boa leitura!

Quais são as principais técnicas de micropigmentação?

Técnicas de micropigmentação variam de acordo com o desejo de cada cliente e um diagnóstico da sua sobrancelha. Listamos as 5 principais:

1. Microblading: uma das mais conhecidas técnicas de micropigmentação, esse procedimento consiste em uma pequena caneta, a “tebori”, que possui uma navalha chanfrada na extremidade.

Ela é indicada para aquelas pessoas que desejam manter a naturalidade no resultado, pois os novos fios são bastante finos.

É comum a cliente sentir um pouco de dor com as picadinhas do tebori. Aqui, é recomendado fazer com calma e, se possível, aplicar um anestésico em pomada na região para reduzir o incômodo.

2. Micropigmentação Esfumada: podemos compará-la à sombra esfumada que muitos maquiadores utilizam para esconder falhas nas sobrancelhas. Esse procedimento é usado em clientes que procuram realçar as sobrancelhas, definindo bem seu formato.

3. Fio a Fio: nessa técnica, a profissional de micropigmentação vai desenhar fios bastante similares, acompanhando os fios da própria sobrancelha. Dessa forma, é possível corrigir pequenas falhas.

Além disso, ganha-se naturalidade, pois os novos fios desenhados têm a mesma direção e espessura dos pelos existentes.

4. Micropigmentação 3D: aqui, a profissional responsável pela micropigmentação utiliza um pigmento especial com efeito esfumado degradê. Essa técnica é usada em mulheres que possuem pouca sobrancelha e não desejam realizar a fio a fio.

5. Mista: essa técnica de micropigmentação é a mais recomendada para pessoas que quase não possuem pelos nas sobrancelhas. Inicialmente, um esfumado é usado como base para, logo em seguida, serem desenhados os fios. Esse desenho pode ser feito com tebori ou dermógrafo.

Cuidados importantes na micropigmentação

Para bons resultados nestas 5 técnicas de micropigmentação que toda profissional deve conhecer, alguns cuidados são essenciais. Descubra a seguir, quais são eles, para orientar da melhor forma suas clientes:

1. Durante 10 dias, usar uma pomada cicatrizante;

2. Evitar retirar as casquinhas que vão se formar;

3. Não esfregar ou coçar as sobrancelhas;

4. Até a cicatrização total, evitar a utilização de maquiagens na região;

5. Evitar piscinas, saunas e muita exposição solar na primeira semana;

6. Sempre usar protetor solar na região;

7. Evitar o uso de produtos esfoliantes;

8. Evitar alimentos gordurosos, álcool e cigarro nos primeiros dias após a realização da técnica escolhida.

Agora que você já sabe 5 técnicas de micropigmentação que toda profissional deve conhecer, visite nosso site para conferir nossos produtos.

Receba mais notícias

Deixe seu email abaixo para ser incluído em nossa lista de comunicação.