Como escolher a tinta ideal para cada estilo de tatuagem?

Share on facebook
Share on email
Share on whatsapp

Poucas formas de arte ficam tão marcadas na vida de alguém como uma tatuagem. Afinal, toda a beleza artística daqueles traços passa a integrar a própria essência da pessoa tatuada. Como bom tatuador, entretanto, você sabe que o encanto proporcionado por uma tattoo depende de alguns cuidados técnicos.

Diante de tantos estilos de tattoo, um dos fatores de um trabalho bem executado é a escolha da tinta. Então, qual seria a tinta ideal para cada estilo de tatuagem?

Antes de tentar responder a essa pergunta, é importante lembrar que existem diferentes formas de se fazer uma tattoo. As mudanças implicam o uso de técnicas específicas, que por sua vez, determinam as cores das tintas a serem utilizadas.

Muita informação? Fique tranquilo! Nós preparamos uma breve explicação sobre a tinta ideal para cada estilo de tatuagem. Acompanhe!

Old School e New School

Começando do início, os contornos do estilo Old School geralmente recebem acabamento de cores opacas. Um dos segredos da técnica reside na forma de se explorar o contraste entre tons ligeiramente mais claros ou escuros. O resultado tem a sua dose de charme.

Como o nome sugere, a New School faz uma releitura do movimento anterior. No geral, os traços de ambos os estilos mantêm a espessura acima da média. Contudo, a New School costuma ampliar a diversidade de tintas.

Considere, entre outras, as tintas:

  • Amarelo Ouro;
  • Vermelho Bombeiro;
  • Verde Folha;
  • Azul Royal;
  • Sunrise Yellow;

Tons de cinza – Graywash

Com um tom mais sombrio, esse estilo foi bem popular no decorrer da década de 1990. Aqui, a qualidade final está muito ligada à destreza do tatuador na hora de efetuar os traços. Vale lembrar que toda a obra de arte é feita em escalas de cinza. Logo, é interessante ter à mão uma boa variação de tonalidades dessa cor. Com um desenho e traço impecáveis, restará apenas colorir.

Aquarela

De longe, este é um dos estilos de tattoo que mais fascinam tatuados e tatuadores atualmente. Razões não faltam, sendo que o principal é indicado pelo próprio nome do estilo. Quem nunca quis ter uma pintura feita em aquarela no braço, perna, costas ou em outros locais do corpo? Isso é possibilitado por esse estilo, também chamado de watercolor, o que evidencia o efeito de tinta diluída em água.

Para efetuar uma tattoo aquarela com perfeição, você precisa ter à disposição uma paleta variada de cores vibrantes. Uma das vantagens da aquarela é que, assim como em uma pintura, você pode misturar cores e descobrir novas tonalidades. De forma ampla, é possível encontrar tons mais vibrantes, mas um tom pastel também cai bem em uma tattoo aquarela.

Pontilhismo

Mais um estilo calcado no uso de tintas mais escuras. Normalmente, utiliza-se o preto e todas as tonalidades mais próximas. Mas há também, o lado oposto, pois o branco também é parte de muitas desses trabalhos. Some-se a isso a adoção eventual de um vermelho.

O segredo do estilo consiste no uso de duas tintas que causem profundo contraste entre si. Na pele, a combinação delas deve gerar uma terceira cor, como o cinza. Seja como for, o Pontilhismo demonstra que uma tattoo incrível não depende necessariamente de muitas cores.

Além disso, trata-se de mais um estilo das artes plásticas que migraram para a tatuagem. Isso, porque o Pontilhismo vem lá do Impressionismo – lembra? O resultado final é um profundo impacto aos olhos de quem vê. Com a tinta ideal para cada estilo de tatuagem, o seu sucesso está garantido!

Receba mais notícias

Deixe seu email abaixo para ser incluído em nossa lista de comunicação.