Como utilizar pigmentos corretivos e equilibrantes de cores na micropigmentação?

make
Share on facebook
Share on email
Share on whatsapp

Nos últimos tempos, o mercado da micropigmentação tem crescido significativamente. O setor de beleza, por si só, é um dos que sempre se mantém em alta, mesmo em meio a crises.

Isso é muito vantajoso para os profissionais da área, que tem amplas perspectivas de crescimento. Porém, todas essas vantagens obtidas são carregadas por responsabilidade, é preciso estar atualizado, buscar sempre o melhor, em conhecimento, procedimentos e materiais.

Um dos momentos em que esse cuidado é necessário é na utilização de pigmentos corretivos equilibrantes de cores. Vejamos o que está envolvido.

Por dentro do assunto

Antes de mais nada, é preciso conhecer os fundamentos de cores na micropigmentação. Temos como base uma colorimetria tabelada pelos pigmentos da Iron Works. São 25 tons, cada um com suas funções.

Falando especificamente dos modificadores, possuímos 10. Vamos conhecer melhor alguns deles.

Pigmentos corretivos e equilibrantes de cores

Na tabela citada, temos os números que correspondem aos tons modificadores, usados para corrigir e trazer o equilíbrio das cores, são:

01: PH Esverdeado;

02: Taupe;

11: Vermelho Alaranjado;

17: Terra Cota;

19: Cinza;

24: Mandarine.

Características

Vejamos algumas características dos dois primeiros pigmentos da tabela estudada. Saber mais sobre eles nos ajudará a entender como funciona o processo com o restante das cores, pois esses dois são opostos entre si, sendo usados em momentos diferentes.

São eles:

01: PH esverdeado

É um pigmento frio. Seu tom neutraliza a cor vermelha, então, deve ser usado em sobrancelhas avermelhadas, para equilibrar tais pigmentos quentes.

02: Taupe

Esse já é o oposto, trata-se de um pigmento quente. Ele vai neutralizar sobrancelhas mais azuladas. Na mistura, traz o tom quente.

Basicamente, os pigmentos corretivos e equilibrantes de cores são utilizados nesse intuito, trazer acabamento equilibrado ao visual da micropigmentação. Eles garantem a maior naturalidade do procedimento, o que é sempre o desejo do profissional.

Outros pontos importantes

Também é importante destacar que todos os tons dessa tabela são miscíveis entre si. Isso gera uma gama muito maior de cores e possibilidades.

Estar atento ao fototipo da pessoa, características e desejos dela como cliente é fundamental na hora de utilizar os pigmentos e fazer misturas entre eles.

A Iron Works garante a total qualidade dos produtos. São formulados com base em 4 cores com concentração alta de pigmentos, o que traz maior fixação.

Os pigmentos também passam por uma micronização que gera melhores resultados quando aplicados com dermógrafo, o aparelho, ou tebori, manual.

A Iron Works pensou ainda no Brasil, com seu clima tropical e nos diferentes tons de pele que temos.

O modo direto de uso é bem simples:

1. Agitar;

2. Verificar a quantidade necessária para o uso imediato;

3. Depositar o produto em um batoque descartável;

4. Realizar o procedimento.

Em hipótese alguma, o batoque deve ser reutilizado. Descarte-o na frente do cliente ao finalizar a micropigmentação.

Mantenha os produtos em temperatura ambiente, são válidos por 90 dias.

Esperamos que estas dicas lhe ajudem na utilização correta dos pigmentos corretivos e equilibrantes, garantindo total sucesso em seu trabalho.

Receba mais notícias

Deixe seu email abaixo para ser incluído em nossa lista de comunicação.