Por que o registro Anvisa é importante para as tintas de tatuagem?

Share on facebook
Share on email
Share on whatsapp

O mercado de tatuagens vem crescendo de forma exponencial nos últimos anos. De acordo com uma matéria divulgada pela Exame em outubro de 2018, esse setor cresceu 24,1% em 2016 e 2017. Isso indica duas coisas: A primeira, é que mesmo diante da crise econômica que atravessou o Brasil nos últimos três anos, esse nicho se manteve forte. A segunda, o preconceito em torno do tema “tatuagem” está diminuindo.

Esses dados caem como uma luva para quem pensa em investir em um estúdio. Mas não pense que investir nesse nicho é tão simples assim. Entre as várias obrigações que devem ser observadas, está contar com tintas de tatuagem com registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

A seguir, veja por que o registro ANVISA é importante para as tintas de tatuagem!

Produto verificado pela ANVISA

O produto que não tem registro na ANVISA e que, portanto, não passou pela sua análise, é considerado clandestino. Todavia, o produto com registro nesse órgão não é só considerado legal, mas também oferece maior segurança para os seus clientes, o que pode fazer com que o seu estabelecimento fortaleça ainda mais a sua imagem, perante os seus públicos de interesse.

Na análise, a ANVISA verifica se a composição da tinta possui substâncias tóxicas ou carcinogênicas. O objetivo é garantir que somente chegue ao consumidor final um produto que não coloque em risco à sua saúde.

Vale dizer também que, de acordo com a legislação vigente, os equipamentos e tintas utilizados em estúdios de tatuagem devem ser registrados na ANVISA. Essa exigência está prevista na resolução RDC N.º 55 de 2008, que classifica a tatuagem, conforme a ANVISA, como pigmentação permanente na pele. Assim, o profissional que usa tintas para tatuagem com registro na Agência, está atuando não apenas para garantir a segurança e saúde do seu cliente, mas também está agindo de acordo com a Lei.

Produto registrado na ANVISA garante maior confiança ao seu cliente e evita problemas para o seu estabelecimento

Antes de fazer qualquer tatuagem, o cliente pode cobrar do profissional as informações sobre o produto que ele está utilizando para desenvolver a arte, com o objetivo de se certificar se a tinta é realmente de qualidade e se ela possui registro na ANVISA.

É importante dizer que as tintas para tatuagem com registro na ANVISA apresentam, em sua embalagem, o número de registro, bem como a identificação do fabricante e distribuidor, de maneira a garantir que o consumidor final tenha certeza da origem do produto e saiba se ele está em comum acordo com a lei.

Caso o cliente identifique alguma irregularidade, ele não só perderá a confiança em seu estabelecimento, como poderá comunicar às autoridades locais a irregularidade, para que possam tomar as devidas providências.

O ideal, como vimos, é sempre contar com produtos certificados e registrados pela ANVISA. Dessa maneira, você garante não só a boa reputação do seu estabelecimento, como também a segurança dos seus clientes.

Para ter acesso a outros conteúdos como este, não deixe de acompanhar o nosso blog. Combinado?

Receba mais notícias

Deixe seu email abaixo para ser incluído em nossa lista de comunicação.