Tinta para micropigmentação: por que a sua qualidade é importante?

Share on facebook
Share on email
Share on whatsapp

O procedimento de micropigmentação deve ser realizado com responsabilidade e com produtos de qualidade, garantindo a eficiência das aplicações. Dentre os produtos desenvolvidos para os processos de micropigmentação, existem os produtos orgânicos e os inorgânicos, que podem determinar os melhores pigmentos com resultados satisfatórios.

Qualidade dos pigmentos, métodos e cuidados

A aplicação da tinta para micropigmentação pode ocasionar em problemas na pele, como por exemplo, irritações, alergias ou mesmo infecções, quando os produtos utilizados forem de baixa qualidade, sem o controle liberado pela ANVISA.

Nessa perspectiva, a falta de observação sobre a qualidade do pigmento, pode gerar manchas na pele ou falhas ainda maiores do que as incidentes no local da aplicação. É importante que todos os métodos aplicados sejam realizados por profissionais qualificados e em clínicas próprias para a atividade.

Os cuidados que devem ser tomados com a micropigmentação é não utilizar muitos produtos sobre a tintura e é recomendado que o profissional micropigmentador determine quais os melhores meios de reparação, em casos onde há a essa necessidade.

Alguns tratamentos são utilizados para a reversão dos procedimentos de micropigmentação e com a aplicação de laser em algumas sessões, os procedimentos malsucedidos podem ser reparados com satisfação.

A qualidade da tinta implica também em fatores como a tonalidade e a coloração que devem ser trabalhados pelo profissional com conhecimento nos diferentes tipos e tons de pele. Como cada pele possui uma pigmentação própria gerada pela melanina, um produto de qualidade apresenta uma melhor reação quando aplicado e, conforme a técnica utilizada pelo profissional, a saturação da cor será maior ou menor.

Por isso, produtos de qualidade preservam as características naturais da pele, e proporcionam um resultado mais natural e sem agressões no local onde a técnica é aplicada. A micropigmentação é um procedimento aplicado e que pode ocasionar em resultados diversos, conforme os meios de sua implantação na pele.

Alguns fatores influenciam nos processos de micropigmentação da pele, interferindo nas cores e tonalidades desejadas com os procedimentos. A profundidade da implantação é considerada relevante para o tom e para a coloração final do processo.

O ângulo em que a agulha é manuseada também é significativo para os resultados da aplicação e os aparelhos devem ter a precisão exata para que os implantes sejam colocados de forma uniforme e em igualdade estética.

Qualidade da tinta para micropigmentação

Para identificar um produto de qualidade alguns fatores devem ser observados, de forma a constatar sua eficácia. Um pigmento próprio para ser aplicado, possui liberação pela ANVISA, que é o órgão regulador de Vigilância Sanitária.

Todos os materiais utilizados para a micropigmentação, como a agulha, o pigmento e dermógrafos devem estar registrados na ANVISA sob o nº 80485730022 e esse registro deve estar presente na embalagem da tinta, comprovando a fiscalização, segurança e qualidade do produto.

É importante que se observem todas as especificações dos produtos utilizados para que, ao usar um produto de alta qualidade, sejam evitados problemas estéticos e de saúde no local da aplicação. Um produto de qualidade sempre apresenta os melhores resultados!

Receba mais notícias

Deixe seu email abaixo para ser incluído em nossa lista de comunicação.